segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Exódia, obliterar!

Depois de vários momentos pensando em o que escrever, me veio na cabeça a lendária cena do anime Yu-Gi-Oh!, em que Yugi, em um duelo contra Kaiba (que pateticamente usou a fusão de três Dragões Brancos de Olhos Azuis), em sua rodada, quando pensávamos que tudo estava acabado, invocou o indestrutível Exódia. Esse episódio inspirou vários jogadores, assim como eu, a juntarem as 5 partes do Exódia e, quando está tudo quase perdido, invocar o Deus Supremo do game, ou quase. O foda nisso tudo é que aquela foi a primeira e última vez (?) que vimos sua invocação, já que em um bendito episódio, enquanto Yugi estava num navio, um sujeitinho nojento joga as partes do lendário e único (?) Exódia no mar. Não sei a lenga lenga que o anime teve depois, já que estava mais focada na série até o duelo de Yugi e Pegasus, depois comecei a estudar de manhã e tudo mudou.
Para vocês incorporarem o espírito da coisa, eis um vídeo do momento da invocação. OBLITERAR!  A seguir:
Exódia, para alguns jogadores, se tornou uma lenda, maaaaaaas a coisa começa a desandar quando começaram a aparecer mais e mais Deuses Supremos. Pergunta: ou é, ou não é, né? tentando abstrair Não sei se foi um erro, mas no começo o próprio avô do Yugi disse que aquele, Exódia, era único e tal, mas depois aparecem as imitações de camelô e surgem os 3 irmãos bombados: Obelisco, Dragão Alado de Rá e Slifer (filme), que com suas cores diferentes formavam o trio invencível. Ah, e sem comentários para o Exódia Necross, que é a versão afrodescendente do nosso camarada dourado. No final das contas o Exódia não tem a invencibilidade que o mito dos primeiros episódios do anime nos passou.
Para mim, o momento mais 'fuck yeah' foi quando Yugi usou o Kuriboh (considerado a carta mais fraca para duelo) com uma carta de multiplicação para ganhar do, mais uma vez, fodástico Dragão Supremo de Olhos Azuis do Kaiba. Afinal, depois de continuações de Yu-Gi-Oh!, ainda tendo minha coleção de cards na gaveta, minha primeira carta praticamente deteriorada, venho aqui dizer que papai comprava muito pacotinho de cartas e me dava para conseguir meu bom comportamento na escola. rs Cartinhas do 'Yu-Gi-Oh!' foram a minha infância! E é com este post que inauguro o mês de Outubro por aqui.

Outubro é o nosso mês de aniversário!

2 comentários:

Matheus Amaral disse...

gostei muito desse blog, e aliás gosto muito de yu-gi-oh
esse desenho eu nunca perdia na minha infancia !
to seguindo !
matheus
http://amaralstarlight.blogspot.com/

Anônimo disse...

Mas exodia ainda é foda, assim que você invoca as cinco cartas você ganha automaticamente, independente da situação. Já os deuses tem que destruir os monstros antes para poder atacar diretamente, isso além dos sacrifícios necessários para atacar.