terça-feira, 3 de abril de 2012

Inu x Boku SS - Conclusão

Saudações! Nessa última quinta foi ao ar o último episódio de Inu x Boku SS, e o que mais me deixou triste foi a confirmação do que eu mais temia: não haverá mesmo uma segunda temporada. Raio, como você sabe? Deu a louca e está se fazendo de Mãe Diná como no post passado? Não, amores, o que me leva a desiludir de uma vez todos os fãs da série é a não abertura para uma possível continuação. Como dei uma singela olhada nos scans do mangá antes de assistir o final, fiquei na esperança de uma brecha para uma nova animação, pois como a história no mangá está bem adiantada, e o mesmo ainda está em andamento, não achei possível que em um episódio conseguissem colocar um desfecho adequado para aquilo tudo. Mas como estamos lidando com japoneses, e eles não são a segunda maior potência mundial à toa, logicamente que teriam uma carta na manga (ai que ódio). Enfim, eles conseguiram dar um final adequado, mesmo estando o mesmo com várias lacunas.
Inu x Boku SS estreou sem grandes expectativas, mas como a temporada de Inverno estava bem fraquinha, teve rapidamente uma boa aceitação. O gênero, tanto da animação quanto do mangá, é shounen, e visivelmente com uma leve dosagem de ecchi. Contrariando esses dados, o anime conquistou em cheio o público feminino, que ousou shippar casais levando para o lado 'yaoi' da coisa. (viva) Também pudera, né? Abusaram demais do protagonista... nãoestoureclamando 
Se formos conferir as demais obras de Cocoa Fujiwara (a mangaká), dá pra perceber uma quase obsessão da mesma pelo tema 'amor entre servo e mestre', ou amor serviu, como gosto de denominar. Acho que é isso que dá um destaque para a história, pois já se tornou um fetiche. É esse o aspecto que torna a história um 'bom clichê'.
Outra coisa que ajudou Inu x Boku SS a ganhar mais destaque foi o carisma dos personagens. Bem, sei que eles são muito clichês, mas cada um chama nossa atenção por alguma característica peculiar. A abertura também cooperou muito, pois a música (Nirvana/MUCC) tem uma melodia tão chiclete que é quase impossível não ficar com a mesma na cabeça. Eu mesma fico lavando as coisas murmurando-a.
Como já dei muitos detalhes da história do anime (falei demais sobre cada personagem e sobre a sinopse) no post sobre minhas primeiras impressões, deixarei para comentar nesse post os últimos momentos, já que a melhor parte está no final, oras!
Bom, o que posso dizer do final é que fiquei um pouco triste e muito feliz. Um pouco triste e muito feliz? Raio, tá doida? Não, povo. O problema é que coisas que eu estava esperando não foram aprofundadas, ou nem mesmo foram mencionadas, já por outro lado, outras foram colocadas de tal forma que prendi até o ar no momento.
Uma das coisas que senti falta foi de uma melhor abordagem do personagem Zange. Ele é misterioso e, pelo que li, tem um segredo por trás daquela venda no olho. Pensei que ele teria um episódio só pra si, assim como aquele dedicado só à Karuta, Banri e Ririchiyo. Eles costumam correr tanto pra fechar tudo em 12 ou 13 episódios que acabam sintetizando muito a história. Ainda bem que o clímax não foi prejudicado.
Também fiquei triste porque eles cortaram toda a tensão do primeiro encontro dos protagonistas. Deu vontade de gritar e desligar o PC. Aquela parte tava tão perfeita no mangá... ! Vou perdoar só por eles terem preservado a parte em que ele a pede um filho. Ownt!
Agora, falando de coisas boas, tudo fica mais difícil, pois foram tantas coisas positivas e incríveis que não posso citar todas aqui, já que acabaria esquecendo de alguma, porém gostaria de dar um destaque para a cena que me fez ficar sem respirar por um instante: a cena do elevador. Quem assistiu deve recordar: acontece logo no final do 11ª episódio, quando Soushi demonstra pela primeira vez seu carinho por Ririchiyo sem se controlar. Quando ele a abraça, parece que está caindo um muro entre eles. É uma cena muito linda.
Esse episódio não é só perfeito por esse detalhe, ok? É nele que todo mistério sobre o Soushi é esclarecido. É nele que descobrimos que se não fosse Ririchiyo, ele talvez continuasse solitário pro resto da vida. Vale a pena checar! Finalizando: um belo anime, com uma ótima trilha sonora, personagens carismáticos, boa dublagem e pitadas leves de comédia e suspense. Meu anime favorito deste ano, até agora!

Inté!

8 comentários:

sayuriichan disse...

Olá Raio (:
Eu também estava acompanhando Inu x Boku e realmente foi um ótimo anime da Temporada de Inverno. Eu ficaria muito feliz se tivesse uma segunda temporada, eu não leio o mangá e não sei o q está acontecendo agora, mas o fim do anime foi bem romântico e fofo, principalmente nas partes do elevador, quando ela assumi seus sentimentos e a parte em q o Shoushi diz que quer tvr um filho >.< enfim, foi um ótimo anime. Pena que acabou, acho que se tivesse mais alguns episódios a estória poderia se desenvolver melhor, também queria saber mais sobre o Zange...
Bom, é isso. Beijos ;*

Allex disse...

put's e eu esperando uma 2° temporada para ver oque da entre o a dupla amorosa tsudere, mas pelo oque parece os japoneses estão decepcionando mais uma vez deixando passar uma boa oportunidade para mais um sucesso... é uma pena o anime foi um dos melhores do inverno!
Raio, ótimo poste... parabéns!

Jacy Aguiar disse...

Onde posso encontrar os mangás? ^-^

Raio disse...

O mangá ainda não foi traduzido para o português, então você pode arriscar e ler em espanhol nesse site: http://submanga.com/Inu_X_Boku_SS
Se preferir em inglês, sugiro esse site: http://mangafox.me/manga/youko_x_boku_ss/

Beijos.

Caroline Roberta disse...

Eu baixei o anime para mim e gravei para poder assistir..eu assisti em apenas um dia..pq nao dava pra segurar,queria saber o que ia acontecer..principalmente o ultimo episódio me chamo atenção quando estava vendo os titulos dos episódios.."Declaração'' apesar de que no ep. tava com outro nome..mas tudo bem..so sei que foi muito lindo..agora eu vou comprar o mangá,quero ver como foi isso no mangá..com certeza o mangá eles vão continuar..pq todo anime que eu vi que disseram que nao iria ter continuação..teve continuação pelo menos no mangá!!bem ter esperanças é muito bom,nunca se sabe o que pode acontecer ^^

Anônimo disse...

Olá, Raio. Procurei pelo mangá para saber o que aconteceria e em português só tem até o 18, então entrei no site que você indicou em espanhol e fui lendo até o 22 e não entendi... o Soushi morreu ou não? e por que aparentemente começa a contar a mesma história de antes, só que um pouco diferente??

Maknae Hyuuga disse...

Também não entendi o final do mangá, pq o soushi morreu? E como termina o anime(detalhes)?

Anônimo disse...

*Spoiler
Então, não tinha entendido nada e achei super confuso, então, resolvi ler o mangá em inglês. O mangá ainda está sem fim e o Soushi realmente morreu, aliás o único que sobreviveu foi o Sorinozuka. A história se torna diferente porque todo mundo reencarnou novamente (a idade de todo mundo é diferente). Ou seja, quem nós pensamos ser o Soushi, na verdade é um outro Miketsukami, que por sinal novamente foi trancafiado pela família e salvo pela mãe de Kagerou, a pedido de Ririchyo e por isso novamente ele se apaixona por ela, no entanto ele é o único que não se recorda da existência passada e para descobrir o porquê da morte dele e tudo o mais, Ririchyo o dispensa de seus serviços como agente SS.