quinta-feira, 12 de abril de 2012

Primeiras Impressões: Kuroko no Basket

Hey! Após uma semana turbulenta, resolvi escrever um pouco sobre a única estréia que estou acompanhando, por enquanto: Kuroko no Basket. Bem, vocês devem estar se perguntando o que diabos aconteceu comigo para eleger e assistir uma série de esportes. Pois bem, caros visitantes, a falta de bishounens nas últimas séries me fez migrar para esse anime que, de primeira, já apresenta dois personagens belos motivos, acrescentados a um bom design. Passando esse momento fujoshi, baixei o primeiro episódio e logo percebi que essa série seria bem diferente daquelas de 'esporte no colegial' que eu tanto abomino. Sério, não curto muito animes de esportes, e principalmente os que tem como temática o basquete, mas logo nos quarenta segundos a história foi brilhantemente apresentada e isso, juntamente com a abertura, deu aquele gostinho de quero mais!
A história começa no Colégio Seirin, no dia em que os clubes estão recrutando novos membros. É neste momento que somos apresentados à Kagami Taiga, um estudante recém chegado dos Estados Unidos, e que está interessado em entrar no clube de basquete do colégio, mesmo tendo convicção de que no Japão não encontrará um jogador à sua altura. Juntamente com ele também se inscreve no clube outro misterioso estudante, só que esse, além de não ser notado, é um ex-membro do clube de basquete do Colégio Teiko, clube famoso por sua "Geração dos Milagres". Após esse primeiro momento temos a apresentação dos novatos, na qual descobrimos que aquela 'magrela' da mesa de formulários é, na verdade, a técnica do time, sendo ela dona de uma incrível habilidade: ela consegue, só em olhar para o corpo do atleta, saber os dados físicos deste. É nessa leva que o tempo passa, os novatos tiram as camisas, são 'examinados' e ninguém percebe a presença do misterioso Kuroko Tetsuya, possível prodígio da "Geração dos Milagres".
Kuroko, depois de ser percebido, é examinado pelos olhos da técnica, que se espanta por seus dados abaixo da média. Kagami passa até a considerá-lo muito fraco, dizendo-o até que deveria desistir do basquete, mas é no primeiro treino que Kuroko mostra suas verdadeiras habilidades, sendo essas muito importantes para o jogo. Kuroko, usando sua agilidade e "ausência", é quase um fantasma na quadra, facilitando o passe e fazendo com que a bola chegue mais rápido ao seu colega de time.
E com isso, tudo, ou quase tudo, é esclarecido. Mesmo não finalizando as jogadas, ele mostra que é indispensável. É aí que compreendem que era ele o "jogador fantasma" da "Geração dos Milagres"; o sexto e lendário prodígio.
Se eu gostei dessa "introdução"? Por incrível que pareça, passei o episódio vidrada em cada lance, em cada momento e em cada diálogo. Tá, admito que a razão para isso possa ter sido a chuva de informações que foram jogadas de uma vez. Porém juntamente com isso estava a animação (muito bem feita), e as cenas da bola quicando e dos passes, que estão realmente incríveis. É por isso que amo as animações japonesas, sério. Outra coisa que considero positiva é a fidelidade que estão dando ao mangá. Assim que assisti o episódio, de tão vidrada que estava, fui correndo baixar o mangá e, para minha surpresa, cada momento estava lá. Quase não houve alterações. Adoro quando a obra ganha uma versão animada fiel, pois isso mostra um respeito pelo autor e pelo seu ponto de vista. O estúdio Production I.G. está de parabéns!
Com relação à história, ela é bem envolvente e, por mais absurdo que isso possa ser, conseguiu me entreter. Em comparação com a temporada passada, essa está bem forte, e Kuroko no Basket, ou Kuroko no Basuke, é um belo exemplo disso. Este anime tá me "assustando" (de uma forma positiva) pelo simples fato de manter bons números na Shonen Jump desde seu início, em 2008. Depois dessa, uma coisa tenho que admitir: Kuroko pode ser facilmente despercebido na série, mas com certeza não passará despercebido pelo fandom. Ele e nem os outros membros dispersos da antiga "Geração dos Milagres"... Prevejo muitas fanarts com temática yaoi surgindo por aí.
Bem, povo meu, tenho certeza que esqueci de falar alguma coisa ou outra, mas o que sei é que esse post foi o bastante, já que meu intuito é lhes atiçar para que assistam logo esse super anime. Não costumo me arrepender dos animes que escolho, então confiem nesse meu chute, ok? Finalizando: os personagens são divertidos, a arte é boa, e a animação é melhor ainda, funcionando bem nas partidas. Você pode não ser fã de basquete, mas é quase certo que virará um depois de assistir.

Hasta la vista, babies!

3 comentários:

Jesseé Harris disse...

o carinha de óculos me lembrou o raito...
e esse do cabelo azul parece que saiu de algum yaoi XD

Nany disse...

Kuroko no Basket é amor. Estou acompanhando também ♥ Kuroko ♥

The Doctor disse...

Kuroko No Basuke é realmente muito bom. Encontrei ele meio que por acaso e resolvi assistir só porque gosto de Slam Dunk. A história é o clichê de sempre,mas os personagens são divertidos.